Dança, dança

Ela dança livre e vaidosa,

Voando bem alto estas mãos,

Exibe tornozelos e cabelos,

Não deixando rastos, nem nódoas,

Ou linhas de impressão.

Não tem chuva, ou trovoada

Para vedar esta dança,

Esta dança destas saias

Destes pés que não cansam

E que afasta sorrisos perversos.

De luz se compõe esta dança,

Deste cheiro, destas espécies

Que desprezamos.

Que seja infinita esta dança

E não efémera como tudo que é traiçoeiro.

One thought on “Dança, dança

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s